Ser mãe é compartilhar sua Luz interior - É dar à luz

Dar à Luz

Esta semana que antecede o dia das mães, nada melhor que fazer uma homenagem àquelas que deram à luz e tiveram a oportunidade de viver esse processo de transformação tão profundo e significativo.

Quando engravidamos nos tornamos uma fonte de luz. Iluminamos todos os lugares que percorremos, atraímos uma quantidade gigantesca de sorrisos, declarações amorosas espontâneas, vibrações tão boas que poderíamos continuar grávidas por toda a eternidade.

O termo "dar à luz", pra mim, existe porque de fato carregamos um ser de luz durante 9 meses em nosso útero. Depois de nove meses de gestação temos a oportunidade de compartilhar nossa luz interior. Entramos em um estado de plenitude e ao mesmo tempo recebemos de volta toda a luz do universo. É neste estado de felicidade plena que vemos pela primeira primeira vez aquele rostinho inocente, aquele chorinho tão particular de nosso filho(a). E uma nova mãe também acaba de chegar ao mundo!

É essa luz que torna o mundo mais colorido, que ilumina a casa, a família e todos em sua volta. Ela agrega duas familias que agora dividem a mesma alegria, provoca sorrisos de todos que passam por perto: desde o senhor de idade que passeia com seu cachorro sem pressa alguma até a criança que passa correndo e ao se aproximar diminui o ritmo para sentir aquela sensação inexplicável de se admirar uma criança. Durante um passeio trocamos olhares, sorrisos, entendemos que esta luz está sempre expandindo.

Conhecer e sentir o sorriso no olhar de um estranho é conhecê-lo um pouquinho. Dar a luz é perceber que a luz primeiramente está dentro de nós e com ela conseguimos iluminar todos que estão a nossa volta é um imenso e gratificante presente.

Nesse dia das mães queremos não só parabenizar essas grandes mulheres, mas agradecer a oportunidade divina de dar à luz. Com essa experiência, nossa visão de mundo se aplia e o nosso amor multiplica.